Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contracorrente

Uma tragédia sem personagens

Independentemente da inabilidade política do governo grego, que desembocou numa capitulação, a verdade é que o Syriza, em particular Varoufakis, tem razão na crítica económica da austeridade, que foi refutada empiricamente do ponto de vista económico. Contando que seja mesmo aplicada (o que não é inteiramente garantido, dadas as consequências), esta nova ronda restritiva imposta à Grécia, e que muito agrada à direita europeia para a qual o problema é que não se foi ainda suficientemente longe, vai ser a repetição duma receita falhada e trágica. As consequências são apenas imagináveis. Não por acaso, à direita há quem tente já distanciar-se disto, desviando a responsabilidade para o governo grego... que se limitará a acatar a prescrição defendida por essa mesma direita.